Ar-condicionado gasta muita energia? Saiba mais!

Uma das principais perguntas que são feitas quando o assunto é climatização é se o ar-condicionado gasta muita energia. Veja um exemplo: um aparelho, se bem instalado e em um ambiente com as dimensões corretas para a sua potência, consome menos energia do que um chuveiro elétrico.

Existem muitos mitos e verdades quando entramos nesse assunto. Para você curtir o seu ambiente climatizado sem precisar se preocupar com a conta no final do mês, fizemos este artigo. Veja o que é verdadeiro e algumas dicas para economizar ainda mais!

 

Instalação profissional

Um dos fatores que causam um gasto adicional de energia, além de uma série de outros problemas, é a má instalação do aparelho. Quando isso acontece, o ar-condicionado não funcionará da forma ideal, o que pode, sim, provocar um aumento no consumo em comparação a um mesmo modelo bem instalado.

 

Economia do inverter

Um ar-condicionado inverter tem economia de energia de até 60% em comparação aos modelos convencionais. A tecnologia consegue esses números porque seu compressor funciona de forma contínua, ou seja, sem picos de consumo enquanto está ligado.

 

Interferência da temperatura

O ar-condicionado consome muita energia quando ligado na temperatura mínima ou máxima, respectivamente nos ciclos frio e quente. O recomendado é programar o seu aparelho para manter um clima ameno, o que é bom também para a sua saúde.

 

Portas e janelas fechadas

Outra dica para diminuir o consumo de energia é manter as portas e janelas do local bem fechadas, evitando a troca de ar frio do local por ar quente do ambiente externo. Fazer isso também diminui os desgastes que o equipamento terá ao longo do tempo, diminuindo a possibilidade de problemas no futuro.

 

Potência X gasto de energia

O ar-condicionado e seu consumo de energia estão relacionados diretamente à sua potência. Ou seja, se você comprar um aparelho de 12.000 BTUs ele será mais econômico do que um de 18.000 BTUs. Contudo, o que realmente importa nesse caso, é escolher o aparelho ideal para o espaço que pretende climatizar.

O dimensionamento é fundamental para que você não gaste mais dinheiro comprando um aparelho maior do que precisa. Além disso, evita que você economize adquirindo um equipamento que não consiga climatizar o ambiente corretamente, o que desgasta o aparelho e não performa como o esperado.

 

Manutenção correta

Muitos se perguntam quanto consome um ar-condicionado por hora ou por mês, mas se esquecem de fazer uma manutenção correta no aparelho. O procedimento mantém ele funcionando em bom estado por mais tempo, dando vida útil e economizando energia.

 

Limpeza de filtros

Outro ponto importante é a limpeza dos filtros de ar do aparelho. Quando a peça está limpa, ela permite a saída de ar sem nenhum possível entupimento, além de proporcionar um ar com mais qualidade no ambiente. Que tal agendar uma limpeza e manutenção periódica premium da Leveros para o seu ar-condicionado? Confira nossos preços e condições de pagamento!

 

Deixe o aparelho ligado

Outro mito muito comentado é que, como um ar-condicionado aumenta muito o consumo de energia de um lar, ele deve ser desligado sempre que ninguém estiver desfrutando da sua climatização. Na realidade, ligar e desligar o aparelho com muita frequência faz com que ele precise gastar mais energia para estabilizar novamente a temperatura do local.

O ideal é manter o aparelho ligado se você sabe que ele será religado em pouco tempo. Portanto, só desligue o seu ar-condicionado se for se ausentar por mais de uma hora, caso contrário, deixá-lo ligado será a melhor opção para a climatização do espaço e também para o seu bolso.

 

Consumo do ar-condicionado portátil

Muitas pessoas perguntam se o ar-condicionado portátil gasta muita energia, já que ele é diferente dos modelos comuns. A verdade é que ele consome cerca de 8% mais que os outros — uma diferença que pode compensar, já que ele pode ser transportado para vários ambientes.

 

Consulte o consumo e o Selo Procel

O Selo Procel avalia o CEE (Coeficiência de Eficiência Energética) de cada aparelho e classifica de A (mais eficiente) até E (menos eficiente). Observe esse dado e também o kW/h antes de adquirir o seu!

 

Como calcular se o ar-condicionado gasta muita energia?

Para saber o gasto do seu aparelho, é necessário considerar alguns fatores: o tempo que ele ficará ligado por dia determinará quanto um ar-condicionado consome por mês.

Ao ter essa informação média, confira o consumo de energia em kW/h por mês no manual do aparelho ou na tabela de eficiência energética da Procel, aquele adesivo presente nos eletrodomésticos. Por último, saiba o valor da energia em reais cobrado pela empresa de energia elétrica do seu município.

Agora que você tem todas as informações consultadas, já pode calcular quanto um ar-condicionado consome por mês. Dessa forma, você consegue ter uma visão mais clara e correta sobre o impacto que o aparelho tem na sua conta de energia elétrica.

 

Conte com a Leveros na hora de climatizar sua casa

A Leveros tem mais de 40 anos de experiência no setor de climatização, levando qualidade e satisfação para todos os clientes. Consulte nossos preços e condições de pagamento e leve o melhor para a sua família ou empresa.