Solar

Entenda porque a taxa de energia solar foi adiada para 2024

Entenda porque a taxa de energia solar foi adiada para 2024

10 de fevereiro de 2023 0 3 min de leitura

Entenda porque a taxa de energia solar foi adiada para 2024

A energia solar é produzida através da luz do sol, então, quanto mais radiação solar, maior será a quantidade da energia que será gerada. Esta energia é limpa, renovável e sustentável. Além disso, auxilia o meio ambiente, a sociedade e a economia, mas a taxa de energia solar tem gerado dúvidas.

A energia solar funciona através dos módulos solares que captam a luz do sol, gerando energia. Continue a leitura deste artigo, para saber mais sobre energia solar e sobre sua taxação.

O que é a taxa de energia solar?

Essa taxação é regulamentada pela Resolução nº 414 da ANEEL, esse valor é cobrado pela fornecedora para disponibilizar a eletricidade em imóveis residenciais.

Essa taxa, chamada de custo de disponibilidade, envolve despesas ligadas à infraestrutura elétrica para oferecer eletricidade para os usuários, mesmo que não haja um consumo internamente. 

Sendo assim, será obrigatório o pagamento por essa despesa somente por ter uma fonte de energia disponível.

Porque a taxa de energia solar foi adiada para 2024?

No dia 06 de Dezembro de 2022, foi aprovado na Câmara dos Deputados o PL 2307/2022, que trata do adiamento da cobrança por mais 18 meses, para fazer correções de desvios e garantir a aplicação da Lei nº 14.300.

Com isso, micro e mini geradores de energia elétrica terão até julho de 2023 para solicitar o acesso às redes de distribuição sem perder seus atuais benefícios. Já as pequenas usinas hidrelétricas, terão este prazo estendido até julho de 2024.

Lei 14.300

Esta lei trouxe uma maior segurança no investimento da geração de energias renováveis. Um passo extremamente importante para a renovação e diversificação das matrizes elétricas, com participação também do consumidor.  

Fator de simultaneidade 

Na Lei nº 14.300, a energia só será taxada se for injetada na rede elétrica da concessionária. Por isso, é importante entender o conceito de simultaneidade, que irá determinar o montante que não será consumido no momento da geração. 

Geração de energia

Pode ser acompanhada pelo monitoramento e é dividida em consumos instantâneos e a energia injetada na rede.  

Consumo da edificação

É referente ao consumo do local quando o sistema não está gerando, isso quer dizer que toda a energia da rede concessionária foi consumida, o que ocorre em períodos noturnos ou em momentos onde a geração de energia é menor do que o consumo local.

Energia injetada

Representa toda a energia injetada na rede concessionária, quando a energia gerada for maior do que a energia consumida pelo local.

Consumo instantâneo 

É quando uma parte da energia que o sistema solar gere, acaba sendo consumida no mesmo momento em que é gerada. 

Agora que você sabe mais sobre a taxação da energia solar e o motivo de ter sido adiada para 2024, faça uma simulação de quanto sua casa precisa para viver bem com a energia solar.

Gostou do conteúdo sobre a taxa de energia solar? Continue aqui no blog, confira mais detalhes e dicas sobre energia solar e faça um orçamento de energia solar com a Leveros

Compartilhe este post ;)
Tags

Não existem tags para este post!

Inscrever
E-mail:
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários