Bem-Estar

Ar-condicionado para casa: saiba como escolher o seu

14 de agosto de 2020 0 5 min de leitura

Muitos aspectos precisam ser analisados quando se vai comprar um ar-condicionado para casa. Por ser um aparelho de funcionamento constante e alto custo, tudo deve ser pensado.

Dessa forma, você evita gastos desnecessários, como adequações e reparos para que o modelo escolhido fique perfeito no ambiente. Então, para você ter o melhor ar-condicionado em sua residência, a Leveros preparou este conteúdo. Acompanhe.

Como escolher o ar-condicionado para casa?

Existem alguns pontos que devem ser observados quando se decide ter um ar-condicionado em casa. Tamanho e limitações do ambiente, por exemplo, são fatores relacionados ao local. Já a potência, o design e as especificações técnicas são características relacionadas ao aparelho.

Sistema integrado ou não?

O primeiro ponto a ser observado é se há ou não a intenção de ter um sistema integrado de refrigeração dos ambientes. É possível instalar: apenas um ar-condicionado, vários integrados em um único sistema e também mais de um aparelho sem conexão alguma entre si. Consequentemente, cada tipo tem uma especificação.

O mais comum é se comprar um ar-condicionado para cada ambiente que você deseja refrigerar de forma separada. Nesse caso, cada aparelho tem uma unidade evaporadora e outra condensadora. Além disso, todos os aparelhos devem seguir as dicas abaixo, mesmo que integrados.

Especificações do ambiente

Para você saber qual modelo é ideal para as especificações do seu ambiente, a Leveros tem a calculadora de BTUs. Com ela, você consegue saber a potência necessária do aparelho para que ele tenha o máximo desempenho. Para isso, ela calcula usando alguns critérios:

  • Área do ambiente: quanto maior o local, maior deverá ser a potência do aparelho;
  • Pessoas: o número de pessoas que frequentam o ambiente também deve ser levado em conta, já que produzimos calor constantemente;
  • Incidência solar: o Sol é um fator que influencia muito a temperatura de um espaço. Ele pode estar presente apenas pela manhã, pela tarde ou por todo o dia, e cada forma muda a potência do ar-condicionado,
  • Janelas: o número de janelas também influencia, já que estas permitem a saída do ar frio originado pelo aparelho.

Diferentes modelos de instalação

A instalação de ar-condicionado residencial também deve ser levada em conta, já que cada modelo tem uma forma ideal diferente de disposição no local. Deve-se observar as adequações a serem feitas para que o modelo seja perfeitamente instalado, e se elas condizem com o ambiente e as suas necessidades.

Um modelo janela, por exemplo, precisa de um espaço maior na parede, já que suas unidades interna e externa ficam conjuntas. Já um modelo split precisa de um espaço externo para sua unidade condensadora. Em compensação, nesse caso, o espaço da instalação interna é menor.

Especificações técnicas

Dentro do quesito de especificações técnicas, vale observar algumas características que você deseja ter no local escolhido. Se também pretende dispor de um aquecedor, por exemplo, os modelos quente/frio podem te ajudar. Eles resfriam e aquecem um ambiente, de acordo com sua necessidade.

Se deseja ter economia a longo prazo, investir em um aparelho inverter também é uma boa, já que ele economiza até 60% de energia. Esse tipo de produto é mais caro do que os aparelhos convencionais, mas seu custo ao longo dos anos acaba valendo a pena.

Vale a pena também conferir as funções disponíveis em cada aparelho. Para quem gosta de usar o ar-condicionado para dormir, por exemplo, mas não gosta que ele fique ligado a noite inteira, ter a função sleep ou timer é necessário. Dessa forma, você controla melhor o desempenho do aparelho à noite.

Além desses ajustes, existem também aparelhos com funções autolimpantes, controladores de aletas, ventilador e até produtos que respondem por comando de voz. Portanto, ao escolher um ar-condicionado para a casa toda, pense nas características que você e sua família não podem perder.

Principais modelos de ar-condicionado para casa

Assim como os já citados split e janela, existem outros tipos de ar-condicionado usados em ambientes residenciais. Confira.

  • Split: é o modelo mais comum, com a unidade condensadora na parte externa, separada da unidade evaporadora. Sua instalação exige poucos ajustes no ambiente;
  • Janela: exige um espaço já pensado para a instalação de um ar-condicionado. Existem alguns apartamentos que já contam com esse espaço, mas, caso ele não exista, será necessário fazer uma adaptação no local;
  • Multi split: nada mais é do que várias unidades evaporadoras split interligadas em uma única unidade condensadora. Ideal para quem deseja ter vários ares-condicionados na casa, mas não dispõe de muito espaço;
  • Cassete: como sua instalação é feita no centro do ambiente, precisa de espaço entre o teto e o telhado do local. Permite, portanto, que ele fique no forro, reduzindo seu tamanho visível,
  • Portátil: para quem não tem muito espaço ou não pretende instalar um modelo, existe também o ar-condicionado portátil para casa. Ele pode ser levado para vários ambientes, desde que estes tenham uma abertura para que o produto retire o ar quente do local.

O ar-condicionado para a sua casa está na Leveros

Agora que você já sabe tudo o que precisa para escolher o ar-condicionado para casa, veja os modelos disponíveis no nosso site e compre agora o seu. Temos grande variedade de tipos e marcas, com a segurança e a credibilidade de quem está há mais de 40 anos no mercado de climatização.

 

Tags

Não existem tags para este post!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *